Escritora Heloisa Prieto fala ao PNAE

Heloisa Prieto tem mais de 40 livros publicados

Heloisa Prieto nasceu em São Paulo, em 1954. É formada em Letras e mestra em comunicação e semiótica. Iniciou sua carreira de escritora quando contava histórias para crianças pequenas na Escola da Vila, em São Paulo. Atualmente tem cerca de quarenta livros publicados.

 

 PNAE – Como começou a sua história como escritora de livros infantis?

 

Heloisa Prieto - Ela se iniciou quando tinha dois trabalhos simultâneos: como tradutora e como professora de pré-escolares na Escola da Vila. De início, montava antologias de recontos, até que comecei a criar narrativas contemporâneas para complementá-las.

 

 PNAE – Escrever para crianças é diferente? Em que sentido?

 

Heloisa Prieto - A criança exige uma escrita absolutamente verdadeira, daí ser um desafio que me interessa enfrentar.

 

PNAE – Cada livro tem uma característica especial? Marca de alguma forma?

 

Heloisa Prieto - Gosto de mistério, humor, aventura e ação. Creio que minha marca é esta.

 

PNAE – Um dos seus livros é Lobo de Estimação, que conta a história de dois garotos, o imaginário infantil e os medos que eles tem. Como você pensou em abordar esse tema?

 

Heloisa Prieto - A partir da observação de meus alunos na Escola da Vila. Os personagens são inspirados em crianças reais. O tema do medo me interessa e sublinha várias histórias minhas. 

 

PNAE – Apesar de todo avanço tecnológico, o imaginário infantil retratado em Lobo de Estimação é muito importante para a formação da criança. Nesse aspecto você acredita que a literatura contribui?

 

Heloisa Prieto - Sou grande defensora dos novos suportes para narrativas,mas creio que o livro, enquanto objeto, se constitui como um portal insubstituível, Ele contém a marca das digitais dos leitores, pode ser transferido durante gerações, relido mil vezes.Quanto a literatura em si, tomo para mim a imagem criada pelo escritor argentino, Jorge Luis borges, segundo a qual a literatura se apresenta como uma biblioteca infinita a conter não apenas os sonhos, os pesadelos, como também a vivência poética. Aliás, Paul Zumthor, um pesquisador que admiro muito, defende a educação da inteligência sensível, a como uma forma de ampliar a percepção da vida de modo a torná-la mais forte. A beleza está nos olhos de quem a vê.

 

PNAE – A edição de Lobo de Estimação passa a ser distribuída para todo o Brasil através do PNAE. Você conhece o trabalho desenvolvido pelo grupo?

 

Heloisa Prieto - Entrei em contato com esse trabalho por meio de Annete Baldi e adorei a proposta. Livros são mensageiros e a distribuição da PNAE ressalta esse aspecto da literatura, sendo apta a contemplar novos tipos de leitores. 

 

PNAE – Novos projetos estão sendo pensados?  

 

Heloisa Prieto - Sim, sempre desenvolvo vários projetos simultâneos, alguns sozinha, outros, em parceria com escritores, como o poeta Victor Scatolin Serra.  

Rua Dom Pedro II, 319 - Bairro Petrópolis - CEP: 99051-390 - Passo Fundo/RS

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades!

2022 © PNAE. Todos os direitos reservados - Parceria Sistemas